Então, o que comer para deixar seu cérebro feliz?

0
  • Os carboidratos complexos são para o nosso corpo o que o combustível é para um carro. É graças a eles que podemos viver em plena capacidade, aprender e lembrar várias informações. As melhores fontes de carboidratos complexos incluem: pão integral, sêmolas de grãos grossos, macarrão integral, arroz integral, aveia.
  • Os peixes marinhos e de água doce são uma das fontes básicas de ácidos graxos ômega-3 e ômega-6 em nossa dieta. Sem eles, nosso cérebro não é capaz de funcionar em sua capacidade total e se desenvolver adequadamente no período pré-natal.

Nozes e manteiga de amendoim preparadas a partir deles (naturais, sem aditivos desnecessários, por exemplo, açúcar) são um excelente suporte para o funcionamento do cérebro. Graças à grande quantidade de vitaminas, minerais e ácidos ômega-3, eles fornecem energia de longa duração e ajudam a manter um nível adequado de muitos nutrientes no corpo.

Uma boa nutrição permite que você viva mais

A melhor alimentação é provavelmente a observada na chamada “Zona Azul”, onde vivem as pessoas mais saudáveis ​​e longevas do mundo. Como David Katz aponta, os “pontos mais saudáveis ​​no mapa mundial” são: Ikaria (Grécia), Okinawa (Japão), Ogliastra (Sardenha), Loma Linda (Califórnia) e Nicoya (Costa Rica).

Também indica que o segredo da longevidade é, obviamente, o estilo de vida, mas a fonte da vitalidade está em grande parte nos pratos. A boa nutrição nessas partes do mundo baseia-se principalmente em plantas sazonais e alimentos não processados. As zonas azuis comem carne e peixe com moderação e comem bastante feijão, vegetais, frutas, nozes e sementes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui